Quinta-Feira, 19 de julho de 2018


PUBLICIDADE




Chapadinha

Chapadinha: Idoso passa mal e é obrigado a comprar remédio em hospital do município

Registro foi feito neste sábado


06/01/2018 17h41 - Atualizado em 06/01/2018 18h21


Chapadinha, cidade acolhedora, de gente boa e do bem, cidade de grande nomes da política e também, onde nem tudo são flores, Chapadinha é a cidade onde os "caras" da política só decepcionam.

Hoje, 06 de janeiro de 2018, o senhor Raimundo Peres, de 78 anos de idade, pai do jornalista James Galvão precisou dos serviços públicos oferecidos pelo município e foi recusado. O pai do jornalista passou mal na casa de um dos filhos e foi socorrido, encaminhado ao HAPA o paciente sofreu estresses no atendimento.

Serviço Particular

Familiares do senhor Raimundo Peres disseram a reportagem que estão providenciando a sua transferência para a capital São Luís onde ele será prontamente atendido pela sua equipe médica do hospital UDI.

Idoso sem prestígio

Se já não bastasse as debilitacões do idoso de chegar até a unidade hospitalar e ser surpreendido pela recusa do profissional plantonista daquela unidade hospitalar, a medicação para aquele idoso [Pai do Jornalista], não está disponível na rede do município e mais, a única opção será recorrer a rede particular, disse o servidor que preferiu anonimato.

James Galvão falou sobre o ocorrido e disse que felizmente o pior não aconteceu com seu pai. "Em resumo, graças ao bom Deus, resolvemos essa parte burocrática de medicação, agora fico imaginando, o quanto os mais carentes da nossa Chapadinha são humilhados na rede pública do município".

A secretaria de saúde foi procurada pela reportagem mas preferiu o silêncio.


Acompanhe o Pirapemas.com também pelo Twitter™ e pelo Facebook
Informações, imagens, vídeos, sugestões, denúncias podem ser enviados no nosso WhatsApp: (98) 98179-7981 ou através do e-mail: contato@pirapemas.com





PUBLICIDADE


COMENTÁRIO