Terça-Feira, 16 de outubro de 2018


PUBLICIDADE




Esporte

Eurico promove desmanche antes de sair da presidência do Vasco, diz Brant

Julio informou que foi à delegacia de Polícia Civil diante das denúncias de saques na sede do clube


UOL Esportes

12/01/2018 13h31 - Atualizado em 12/01/2018 13h32


Pedro Ivo Almeida/UOL Esporte

Julio Brant concedeu entrevista
Julio Brant concedeu entrevista "para destronar Eurico Miranda" da presidência do Vasco

Após perder as eleições com os votos válidos, o ainda presidente Eurico Miranda está promovendo um desmanche. É o que acusa a oposição. Júlio Brant, que assumirá o clube em poucos dias, mostra preocupação com o rumo do clube e acusa o grupo do atual mandatário de permitir saques de equipamentos esportivos e aparelhos de informática nessa reta final no poder.

Julio informou que foi à delegacia de Polícia Civil diante das denúncias de saques na sede do clube.

Arquivo pesssoal/UOL

"Informamos à delegacia de que estavam chegando ao nosso conhecimento que ativos do clube estavam sendo transportados para algum lugar que ninguém sabia. A delegada prometeu que iria apurar esse fato", disse Julio Brant.

O próximo presidente do Vasco deixou claro que o objetivo de Eurico Miranda nessa reta final  de mandato é deixar o Vasco sem nada. Julio Brant avisa que assim que entrar no clube verá a real situação e procurará responsabilizar os culpados.

"Faz parte da intenção deles de criar o caos. Estão claramente fazendo isso. Vi uma declaração patética de um dos poderes do clube. Que não sabiam o que deveriam fazer agora. Ninguém é idiota. Isso é feito no Vasco sempre. Não há duvida nenhuma do que se deve ser feito. Querem criar um hiato de vazio para promover o caos. Estamos a dez dias da estreia da Libertadores. Esse é o nível. Não tem choro ou 'mimimi'. É inegável e ninguém aqui é idiota, que eles estão criando é caos. Já está determinado pela Justiça. Não tem razão para não marcá-la. A intenção é fechar as portas para gente. Acordo com empresários e venda jogadores de forma prejudicial ao clube. Não se preocupem,. Vamos resolver. Se tivesse medo de caos, não tinha assumido,. Vamos resolver o caos. Não vamos deixar de responsabilizar quem deve ser. Todos, sem exceção. Não é bravata. É o que será feito", disse.

"Essa coletiva de hoje aconteceu em função da emergência da dilapidação do patrimônio do clube. É a maior dilapidação de patrimônio da história do país, em termos de clube de futebol. Em razão disso, nós nos sentimos na obrigação de dar uma satisfação ao torcedor do clube. Estou aqui hoje para destronar o atual presidente e iniciar o meu mandato", completou o novo presidente.

Segundo Brant, houve um contato por sua parte com Eurico Miranda para que houvesse una transição de poder mais tranquila. Foi sugerido até mesmo o sigilo das partes para evitar qualquer tipo de constrangimento, mas a proposta foi negada pela parte perdedora das últimas eleições.

"Tentamos criar um grupo de transição, mas nada foi feito. Liguei, me reuni pessoalmente, mas nada. Pessoas próximas a mim tentaram contato com pessoas próximas a eles, mas não adiantou. Sugerimos um grupo que trabalhasse de maneira sigilosa nessa transição, mas nada", revelou Brant.

Por fim, Julio Brant lamentou que a imagem do Vasco, hoje, esteja ligada à de Eurico Miranda. Segundo o novo presidente, assim que de fato assumir o posto, o mercado entenderá que o clube está sob nova direção e tudo vai melhorar, com mais credibilidade.

"Tenho certeza que a imagem muda no dia seguinte que entrarmos. A postura muda, a conduta muda, a boa intenção muda. Mercado é inteligente e entende isso rapidamente, entende que que há mudança de viés. O presidente dizer que não consegue negociar é piada, pois é o que mais tem feito. É o contrário. Ele deveria parar de negociar em nome do Vasco", finalizou.

Pedro Ivo Almeida/UOL Esporte

Veja outros trechos da coletiva de Júlio Brant:

Negociações serão revistas

Qualquer tipo de negociação prejudicial ao clube será revertida por nós. Fica a aqui o recado a quem faz negociação com o clube. É temerário e antiético fazer negociações desse tipo, neste momento. Qualquer um que tenha bom senso se negaria. Claramente feita de forma errada.

Dificuldades momentânea

Eu confesso que agora, não negociaria com o Vasco. Todos os contratos serão revistos. Ninguém está querendo negociar com a gente neste momento. A verdade é essa. Hoje estamos falando de caso de polícia de novo. Vasco precisa sair disso o quanto antes e voltar a falar de futebol. Aí sim as coisas vão melhorar

Anderson Martins

Falamos com o Anderson e tentamos reverter a saída. Atleta tem direito de tomar a decisão que lhe interessa. De forma alguma critico. É uma posição tomada, mas tentamos mudar isso. Felipe é amigo dele e entrou no circuito. Na deve estar fácil. Salario atrasado, 5 ou seis meses sem receber direito de imagem – nunca recebeu desde que chegou. Quem aguenta ficar seis meses sem receber? Jogador também não. Tentamos, mas não conseguimos, vamos em frente.

Confiança em elenco atual

Eu confio nos que estão lá. Confio muito no Zé Ricardo e nos jogadores que estão lá. Se estão lá até agora, certeza que ficarão conosco. Pessoas que honram a camisa. Estão dando duro pelo cube após levar a excelente resultado no Brasileiro. Como não confiar? Confiamos, sim. Pedimos que torcida jogue junto. Grupo está lá de novo em situação adversa, sem comando, sem horizonte. Vamos trabalhar para trazer paz, estabilidade ao clube. Salários em dia é prioridade. É o nosso compromisso. Situação é muito complicada. Sabemos disso, são fatos. Vamos trabalhar e reverter isso. Queremos essa confiança deles. E sabemos que eles levarão o Vasco para ter muitas glórias em 2018

Eto'o

Estive com Eto'o, sim, em Paris. Gosta muito do Brasil e é figura internacional. Tem história muito interessante no combate ao racismo. Figura absolutamente inquestionável. Tecnicamente ainda não há o que se falar. Sem duvida é um desejo nosso. Viável é.

Vasco quebrado?

Temos Parar com essa história de falar que Vasco é pobre, não tem dinheiro. O Vasco é poderoso, extremamente rico e grande. E tem que pensar como gente grande. Não dá para ficar chorando miséria. Não vamos fazer isso. Somos gigantes e vamos nos comportar assim. Inclusive nas aspirações. Já temos equipe maravilhosa e vamos tentar melhorar ainda mais com contratações pontuais. Vasco tem todo potencial para sair desse buraco que foi enfiado para voltar a ser protagonista.

Transição no comando

A informação é que tenho é que o Vasco é obrigado a marcar a reunião. Essa data deve ocorrer, segundo estatuto, até a primeira semana da segunda quinzena, ou seja, até dia 22. Se quiserem ficar ate dia 31, aí eles estarão descumprindo ordem da juíza. A briga não é comigo, nesse caso, mas com a Justiça. Vamos assumir o clube na hora que Eurico sair.

Dívida e plano de sócios

Prioridade é a dívida com os jogadores, é pagar quem esta sem receber. Ninguém gosta de trabalhar sem receber. Primeira coisa é pedir ajuda aos vascaínos. Sem vocês, não fazemos nada. Não chegaremos a lugar nenhum. A parceria que tivemos precisa entrar em ação. No dia que assumirmos o Vasco, quero que o site saia do ar de tanta gente entrando para se associar, mostrar que o vascaíno estão do lado do Vasco. Não deles. Sejam sócios. A sua mensalidade vai ajudar a gente a sair do buraco que estão metidos. A mensalidade vão ajudar a formar novos Edmundos, Pedrinhos e Felipes. O torcedor tem papel fundamental e só entrei nessa porque tenho certeza que o pessoal vai me ajudar nessa empreitada. Nosso número de sócios é pífio. É uma piada ter isso de sócio. Vasco tem mais torcedor do que Portugal tem de habitantes. O Benfica, maior de lá, tem mais de 230 mil sócios. o maior do mundo será o do Vasco. Acabou a campanha. Meu sonho é esse, poder chegar no fim do mandato, escrever no livro dos recordes que o Vasco tem o maior plano de sócios do mundo. É possível. Vejo nossa principal receita daí. Crescendo isso, o mercado entende nosso valor. Todo mundo será desbloqueado nas redes sociais.

Falta de luz, reforma de São Januário e CT

Soube pela imprensa que está sem luz. Não deve ser por falta de pagamento. Existe um projeto para a reforma de São Januário. Há coisas urgentes a serem feitas lá. Queremos fazer uma reforma, mas precisa antes ter o centro de treinamento. Primeiro foco é ter CT de pé. Estamos negociamos terreno, e espero anunciar logo. Quero começar as obras o quanto antes, ainda esse ano. São 18 meses de construção. Idéia é terminar tudo até fim do ano que vem.  Ai sim podemos parar de usar São Januário para reformar. Estamos planejando a venda de 5mil assentos diferenciados no estádio. Fui no City e assisti ao jogo lá. Pude observar como é legar ter assento diferenciado. Paga 20 mil e terá um assento confortável, como nome persnalizado.

Protestos da torcida

Faz parte da democracia. Papel da torcida é esse, manifestar suas indignações contra ele e pode ser contra mim também. Temos que estar preparados para esse tipo de comportamento. Estou sendo bem recebido hoje, mas isso pode mudar. Desde que não haja violência, briga ou tumulto, sem problema. Ocorreu  na eleição. Não houve briga, nada.

 

Acompanhe o Pirapemas.com também pelo Twitter™ e pelo Facebook
Informações, imagens, vídeos, sugestões, denúncias podem ser enviados no nosso WhatsApp: (98) 98179-7981 ou através do e-mail: contato@pirapemas.com





PUBLICIDADE


COMENTÁRIO