Domingo, 20 de agosto de 2017


PUBLICIDADE


Idna Hortegal entra na mira do MPF por esconder recursos da Diocese de Coroatá

Pirapemas

09/04/2017 10h09 - Atualizado em 09/04/2017 16h41



Idna com o bispo de Coroatá em evento da DioceseIdna com o bispo de Coroatá em evento da Diocese

Documentos obtidos com exclusividade pelo Pirapemas.com mostram que a candidata derrotada a vice-prefeita de Pirapemas, Idna Hortegal (PCdoB), entrou na mira do Ministério Público Federal (MPF) por suposto escamoteio de recursos recebidos da Diocese de Coroatá, durante a campanha municipal de 2016.

A denúncia é de natureza criminal, e foi formulada contra a comunista ainda no ano passado, no mês de dezembro.



Segundo o documento, Idna teria recebido o valor médio de R$ 7 mil da igreja, tendo essa quantia chegado a ultrapassar R$ 19 mil, em certa oportunidade.

Contudo, além de não prestar qualquer contrapartida pelo suposto serviço, que justificasse os recebimentos, a candidata derrotada a vice-prefeita embolsou a renda eclesiástica em pleno período eleitoral, o que é vedado pela legislação.

Fora a possível corrupção eleitoral, ela também é acusada de não ter declarado o recebimento dos recursos à Receita Federal, o que, em tese, caracterizaria sonegação fiscal.

Desde a derrota nas urnas, Idna Hortegal se encontra sinecurada no governo de seu correligionário, Flávio Dino. Por lá, ela ocupa a vaga de Assessora Superintendente de Miranda do Norte.

 


Acompanhe o Pirapemas.com também pelo Twitter™ e pelo Facebook
Informações, imagens, vídeos, sugestões, denúncias podem ser enviados no nosso WhatsApp: (98) 98179-7981 ou através do e-mail: contato@pirapemas.com





PUBLICIDADE


COMENTÁRIO