Sábado, 18 de novembro de 2017


PUBLICIDADE




Cantanhede

Prefeitura de Cantanhede quer obrigar funcionários de Cooperativa a trabalhar seis meses e pagar somente um mês

Em reunião secreta realizada hoje, funcionários da Cooperativa foram informados que só receberam pagamentos em janeiro de 2018


24/10/2017 18h51 - Atualizado em 25/10/2017 00h34


O caos administrativo na cidade de Cantanhede parece não ter fim.

Em uma ação tratada como operação abafa, a prefeitura de Cantanhede autorizou no fim do mês de setembro, a Diversa Cooperativa, contratada pelo prefeito Ruivo para gerir alguns setores da administração pública municipal, a demitir dezenas de pais de famílias sem ao menos pagarem os salários destes profissionais atrasados há três meses. 

Como acabou passando despercebido dos cantanhedenses e da imprensa essas demissões em massa, na manhã desta terça-feira (24), a administração municipal tentou executar em menos de um mês, a segunda operação abafa, porém, sem sucesso, dessa vez a "chibatada" do executivo municipal em parceria com a Cooperativa nos contratados do município, vazou.

Em reunião secreta com os servidores da Diversa em uma escola do município, foi dito por um representante da prefeitura que os funcionários da terceirizada que quiserem continuar trabalhando, terão que cumprir suas funções normalmente sem reclamar e com um detalhe, estes, só irão receber salário a partir do mês de janeiro, ou seja, os trabalhadores terão que trabalhar voluntariamente seis meses, para somente no início do mês de fevereiro de 2018 começarem a receber seus salários. 

De acordo com um funcionário que não quis se identificar com medo de retaliações por parte do executivo, a situação é desesperadora, uma vez que trabalhar 6 meses para receber um único mês, é uma situação humilhante. "Todo trabalhador ao fim do mês, quer receber seu salário, é duro você chegar em casa e ter somente água na geladeira, meus filhos me pedem um biscoito e eu não tenho dinheiro para comprar, os comerciantes também não vendem mais fiado pra gente com medo de pegarem calote", desabafou.

Panelinha de Boa

Essa é administração de um peso e duas medidas, pois enquanto a prefeitura paga valores gordurosos ao chegados dos "mandões" do governo, por outro lado o  executivo alega não ter dinheiro suficiente para pagar os funcionários mais humilde, aqueles mesmos que carregavam o atual prefeito nos braços.

Abre o olho MP!


Acompanhe o Pirapemas.com também pelo Twitter™ e pelo Facebook
Informações, imagens, vídeos, sugestões, denúncias podem ser enviados no nosso WhatsApp: (98) 98179-7981 ou através do e-mail: contato@pirapemas.com





PUBLICIDADE


COMENTÁRIO