Domingo, 21 de janeiro de 2018


PUBLICIDADE




Saúde

Programa Ótica Cidadã aumenta renda máxima para aquisição de óculos de grau a R$ 60

Iniciativa, que oferecia óculos por R$ 60 reais somente aos beneficiários do Bolsa Família, passa a atender a assalariados que ganham até R$ 1.200


28/12/2017 10h12

Lançado em julho, o programa Ótica Cidadã, que oferece óculos a R$ 60 (sessenta reais) para a população de baixa renda, está ampliando sua base de atendimento, com o aumento da faixa de renda para ter direito ao benefício. Antes restrito a beneficiários do Bolsa Famíia, agora o programa atende também aos assalariados, aposentados e pensionistas com rendimento de até R$ 1.200. Além disso, os desempregados que comprovarem a rescisão, e seu útimo contracheque com até este valor, também terão direito aos óculos.

"Depois de quatro meses funcionando de forma piloto, obervamos grande demanda de interessados sem poder de compra e que não são beneficiários de programas como o Bolsa Família. Assim, optamos por aumentar a abrangência do programa Ótica Cidadã, para que o benefício chegue a mais camadas da população carente", afirma Sandra Abreu, diretora do Instituto Ver&Viver, instituição responsável pela iniciativa.

Com 255 lojas credenciadas em todo o Brasil disponibilizando óculos a R$ 60, o Ótica Cidadã tem como objetivo ajudar mais de 25 mil pessoas a enxergar melhor, em um ano.

Ao todo, cinco redes fazem parte do programa no país inteiro: Óticas Diniz, Chilli Beans, Mercadão dos Óculos, Óticas Carol e Óticas Visão. O programa é fruto de uma rede de cooperação privada entre os principais agentes do segmento óptico – o Grupo Essilor com seus laboratórios e redes ópticos - para atuarem frente a uma importante questão sócioeconômica do país: no Brasil, estima-se que 30 milhões de indivíduos possuem problemas de visão e não têm acesso aos óculos de grau.

"Dados estatísiticos mostram que 80% dos problemas com a visão podem ser facilmente resolvidos com o uso de óculos", complementa Sandra.

O benefício

Os óculos oferecidos são voltados para a correção de miopia, hipermetropia ou astigmatismo. Assalariados, desempregados, aposentados e pensioniatas, portanto o último comprovante de renda (no caso do desempregado, também o documento de rescisão), podem comprar seus óculos (lente e armação) por R$ 60. O benefício é extensível a cônjuges e filhos menores de idade. No caso específico do Bolsa Família, os pais dos beneficiários também são contemplados.

Para adquirir os óculos, é necessário apresentar a prescrição feita por um médico oftalmologista. O participante deve acessar o site www.oticacidada.org.br, localizar as óticas que fazem parte do programa e levar a receita médica com validade de até seis meses – o oftalmologista é o único profissional que pode realizar o exame de vista – assim como os comprovantes do Bolsa Família ou de remuneração. No site, a população também poderá indicar outros programas sociais para avaliação do programa.


Acompanhe o Pirapemas.com também pelo Twitter™ e pelo Facebook
Informações, imagens, vídeos, sugestões, denúncias podem ser enviados no nosso WhatsApp: (98) 98179-7981 ou através do e-mail: contato@pirapemas.com





PUBLICIDADE


COMENTÁRIO

PUBLICIDADE
VEJA MAIS
FACEBOOK